segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Com nevoeiro mas sem D. Sebastião


Diz a lenda que D. Sebastião voltaria numa manhã de nevoeiro para fazer renascer Portugal. Infelizmente para o FC Porto esse factor de auto-conhecimento continua ausente. Lopetegui continua sem conseguir incutir na equipa uma ideia de jogo atacante. A equipa continua com a interminável circulação de bola sem conseguir chegar área adversária e ser mais incisivo. Se bem que caso Herrera e Aboubakar não falhassem golos feitos, já não se estaria aqui a falar nisso.

Por outro lado, se calhar temos mesmo o nosso D. Sebastião. Falo, claro está, de Jorge Sousa que caso tivesse assinalado as duas grandes penalidades cometidas por Marcano, uma ontem, outra hoje (em pouco tempo descobrimos o nosso marcador e fazedor de grandes penalidades), provavelmente o resultado teria sido também outro e estaríamos mais uma vez a discutir que Lopetegui não tem capacidade para treinar o nosso grande Porto. Assim ganha um pouco de fôlego para o que aí vem. Ou não. Bastará um mau resultado nos próximos jogos para a contestação atingir, provavelmente, níveis insustentáveis. O jogo do próximo Domingo já ajudará a esclarecer muita coisa, ainda para mais no Dragão.

PS: Uma nota final para o sorteio da Liga Europa. A sorte não esteve do nosso lado e apanhamos uma boa equipa. O Borussia Dortmund será um adversário que exigirá de nós o máximo de atenção e rigor e zero invenções. Não é nenhum bicho papão como muito li por aí. Um FC Porto competente, sério será perfeitamente capaz de os eliminar e não é algo que já não tenhamos visto com Lopetegui. Será bastante importante conseguir um bom resultado na primeira mão mas mais lá para a frente falaremos nisso. Agora o foco é outro.

0 comentários:

Enviar um comentário