terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Esperança

A esperança é a última a morrer e até morrer há que lutar até ao último segundo para alcançar os objectivos.

Amanhã a partir das 19:45 é isso que se vai pedir aos jogadores que representam o Futebol Clube do Porto em pleno estádio de Stamford Bridge diante do poderoso e milionário Chelsea de José Mourinho.

A tarefa não vai ser fácil, até porque dita a história que o Futebol Clube do Porto tem bastantes dificuldades em terrenos de Sua Majestade, ainda mais difícil poderá ser porque a equipa de José Mourinho já praticamente afastada de todas as competições nacionais irá apostar tudo na Liga dos Campeões como forma de salvamento de época. Apesar de tudo este é um factor que poderá jogar a nosso favor com a equipa inglesa a poder entrar nervosa em campo e que pode acabar por ser batido por um Porto personalizado e bem consciente daquilo que tem que fazer em campo.

A atitude com que a equipa entrará em jogo será por isso fundamental para conseguirmos atingir os nossos objectivos que passam por passar à próxima fase da Liga dos Campeões e que acontecendo poderá ser logo em primeiro lugar o que nos poderá abrir boas perspectivas em relação aos quartos de final.

Este texto surge um pouco em contraste com o último e que falava do provável afastamento das competições europeias. Apesar de tudo, esse afastamento continua a ser o cenário mais provável, apenas convém tentar evitá-lo ao máximo e para o fazer é preciso lutar com a garra e chama de Dragão. 

E a verdade é que mesmo não havendo alturas perfeitas para jogar contra o Chelsea especialmente em Stamford Bridge, também é verdade que não haverá muito melhor altura que esta, uma vez que como referi o Chelsea enfrenta uma profunda crise a nível de resultados (não a nível de qualidade de jogo porque apesar de tudo a equipa de José Mourinho tem jogado para mais do que aquilo que tem obtido). Por isso, é esperar para ver o que vai acontecer e acreditar até ao fim! 

Por último creio que Julen Lopetegui apostará no seguinte onze:

Casillas, Maxi Pereira, Maicon, Bruno Martins Indi, Layún, Danilo Pereira, Ruben Neves/Herrera, Imbula, André André, Brahimi e Aboubakar que tem sido uma desilusão nestes últimos jogos falhando golos irrisórios ao mesmo tempo que erra muitos passes depois de um início de época assombroso e que prometia fazer esquecer Jackson Martinez. 


0 comentários:

Enviar um comentário