sábado, 2 de janeiro de 2016

A falácia das audiências televisivas

É recorrente o mito de que o benfica vale mais de metade das audiências televisivas em Portugal. Recentemente juntou-se a esta festa o sporting, afirmando possuir um número sem igual em adeptos, o que, em teoria, se deveria traduzir em grandes números de audiência televisiva. De fora deste bolo estaria então o FC Porto, que fazendo as contas aos números perpetuados pelos clubes da capital falida, valeria apenas por uns milhares de adeptos.

Convém então analisar convenientemente os números de um debate que ressurgiu com a venda dos direitos à MEO e nos, e em que é constantemente referido que o benfica tem audiências que representam mais de metade do mercado televisivo em Portugal.


Analisando a tabela dos programas mais vistos em 2015, verificamos que o FC Porto tem logo dois dos seus jogos no Top 3. Contanto depois o número de jogos presentes, verificamos que o FC Porto tem 5 jogos no Top-20, número igualado pelo benfica. Já o sporting tem apenas 3 jogos na lista. Analisando em termos de espectadores, verificamos que o FC Porto é o que apresenta um maior número acumulado: 10 658 900. Já o benfica apresenta 10 334 900. O sporting nem vale a pena fazer as contas porque dará bastante menos. Chegamos então à conclusão que nos programas mais vistos do ano e entre os 2 grandes clubes de Portugal (não considerando o sporting pois um clube que ganha dois campeonatos em 30 anos nunca pode ser considerado um grande), o FC Porto é o que atraiu mais gente aos seus jogos.

Ou seja, podemos cair na falácia de dizer que o benfica vale assim tanto em termos de televisão? Se valesse assim tanto, teriam voltado os seus jogos para a SportTV do "amigo" Joaquim de Oliveira? Não teria a BTV "condenada" a um sucesso contínuo?

Pois bem, os números demonstram precisamente o contrário. Cabe aos adeptos do FC Porto não se deixar ir na conversa de que o seu clube é pequeno, que nada vale em Portugal (nestes termos do debate de adeptos e audiências). Podemos não levar a sério estas questões mas são estas pequenas coisas que fazem com que continuamente certos clubes sejam levados ao colo pela comunicação social e outros sejam completamente ignorados, devido à falácia dos números, que as audiências desmentem. Naturalmente que isto também influência contratos e publicidade...


0 comentários:

Enviar um comentário