quinta-feira, 8 de setembro de 2016

A Formação do Sport e Lisboa pelo Encantador de Cães

(Note: Os jogadores que contam como jogadores lançados são jogadores que fizeram pelo menos dois jogos pela equipa principal.)


Não sei se ontem tiveram a oportunidade de ver a TVI  a literalmente curvar-se perante  o  Presidente da Républica Luis Filipe Vieira para mais uma entrevista por encomenda. Eu não tive, mas hoje por curiosidade estive a ler algumas das coisas que lá foram ditas e tenho que admitir: há que dar valor ao Sport Lisboa e ao seu Presidente pois trabalham a comunicação social como ninguém!

Enquanto para os nossos lados nos contentamos com entrevistas ao Porto Canal e ocasionalmente lá vem uma ou outra frase (normalmente as que atacam diretamente algo em concreto e completamente descontexualizadas) a aparecer na imprensa, eles vão para a estação pública, SIC e TVI, para entrevistas encomendadas e com respostas feitas à medida.

Confesso que o universo benfiquista pouco me  importa e sinceramente os cães comem o que os donos lhe dão, sendo que o máximo que podem fazer é passar fome ou ir comer para outro lado. Luis Filipe Vieira é sem dúvida alguma um homem de sorte porque compra ração da rasca e os seus animais para além de limparem o prato ainda ficam a lamber os beiços. 

E tudo isto para quê? Para falarmos do majestoso Projecto Seixal que fará um Benfica Made in Seixal e que fará do Benfica a espinha dorsal da Seleção Nacional. Um discurso ambicioso e fantástico para o futuro da nossa seleção nacional sem dúvida, apesar de estar a ser repetido desde 2004 com os resultados que se vê. 

Mas agora é diferente, agora é que é, agora o Benfica tem o treinador certo. Rui Vitória é um homem da casa, conhece todos os jogadores que estão no Seixal e vai levar o projeto para a frente, algo que Jorge Jesus nunca fez nem nunca teve interesse em fazer tendo apenas lançado Roderick, Nélson Oliveira, Luís Martins, David Simão com o sucesso que se sabe, Cancelo, André Gomes, Cavaleiro e Bernardo Silva que acabaram por ter que ir fazer carreira para outras paragens por falta de oportunidades (especialmente o André Gomes certo?) e Gonçalo Guedes o único resistente que se mantém no plantel. Claramente trabalho completamente diferente tem feito Rui Vitória, basta olhar para o plantel da época passada e da época corrente para perceber a quantidade de jogadores da formação presentes no plantel. E para facilitar o trabalho vamos lá fazer as contas:

2015/2016: Gonçalo Guedes (lançado por Jorge Jesus), Renato Sanches (entretanto vendido ao Bayern de Munique), Paulo Lopes (o guarda-redes de 38 anos que nunca joga) e como bónus o Lindelöf (que na realidade já tinha jogado com Jesus). Em suma, quatro jogadores da formação que estavam no plantel do Benfica a época passada, apenas um realmente lançado por Rui Vitória.

Mas agora é que é, agora sim estamos no caminho certo - 2016/2017: Gonçalo Guedes, Paulo Lopes, Lindelöf e André Horta (mais um bónus), zero lançados por Rui Vitória.

Alguns podem-se questionar pelo Nélson Semedo, mas esse foi tão formado no Benfica como o James Rodriguez no Porto. Pelo meio seguem-se mais uns empréstimos de uns quantos jogadores a clubes satélite tipo Wolverhampton já pespetivando futuros negócios a rondar os 15 milhões de euros. 

Portanto e para que não restem dúvidas, a aposta existe e é real, que diga o Jorge Mendes!

P.S: Não esquecer, sábado às 20:30 temos um jogo importante  diante do Vitória Sport Club, a presença de todos é importantissima, temos que encher o estádio e demonstrar a nossa força. Mais que nunca: Unidos!

0 comentários:

Enviar um comentário